domingo, 5 de agosto de 2018

Pedido de Impugnação da Candidatura de Lula é registrado junto ao TSE.


No mesmo dia em que o PT oficializou a candidatura do presidiário Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Lava Jato por corrupção entre outros crimes, à Presidência da República, um membro do Partido Novo registrou um pedido de impugnação da candidatura de Lula, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

O pedido foi anunciado em São Paulo durante a convenção do Novo, neste sábado.

O autor do pedido é o procurador judicial Charbel Maroun, que faz parte do Movimento Brasil Livre (MBL) de Pernambuco e é candidato à deputado federal pelo Partido Novo em Pernambuco. 

Na ação, o Novo pede que o nome de Lula não apareça nas pesquisas eleitorais e reclama que a sua indicação pelo PT nesta data causa insegurança jurídica nas eleições.

O PT confunde liberdade e democracia, usando a defesa de supostos direitos políticos para criminosos, o que abre precedente perigoso colocando em risco o estado democrático de direito, a estabilidade jurídica das eleições o que afetará diretamente a economia e o futuro do país.

Um partido que não consegue ver o mal que causa ao país ao se deixar consumir por um bandido não merece receber nenhum voto, pois não respeita o processo eletivo, as suas regras e o objetivo fim desse processo que é a criação de leis que todos nós devemos respeitar.  

Quem no mundo vai querer investir dinheiro em geração de empregos, riqueza e renda em um país que não consegue fazer valer as suas leis?

Lugar de indivíduos que cometem crimes é na cadeia, seja ele ex padre, ex marido ou ex presidente, não importa!

Não é golpe! É democracia, é republicanismo!


domingo, 22 de julho de 2018

Pena De Vida.


O que é a pena de vida?
É a ideia de que seja justificável, ético e moral punir os criminosos com a pena de morte, fazendo com que suas mortes sejam justificadas pelas  vidas que serão salvas.

Ao ser condenado um criminoso seria sedado e teria seus órgãos retirados e doados, ou vendidos, para pessoas doentes que aguardam na fila de transplantes por um doador. 

Benefícios: 

Aumento da oferta de órgãos reduziria as filas, geraria economia com os tratamentos dos que estão agonizando  aguardando doador. 

100% de certeza que não vai haver reincidência do crime praticado pelo criminoso. 

Os criminosos se sentirão desestimulados a cometerem os crimes que podem leva-los a uma #PenaDeVida.

Redução da população carcerária, o que trará economia aos cofres públicos, sobrará dinheiro para aplicar na prevenção a criminalidade como em esportes, educação e não na ressocialização, que é um processo sem qualquer eficiência.


sábado, 21 de julho de 2018

Como ficar rico em um ato e permanecer rico. O guia definitivo!




Como se gera a riqueza?
R:  Produzindo.
Como se fica rico?
R: Poupando.
Como se manter rico?
R: Gastando menos de 70% do retorno do valor poupado.


Essa regrinha vale para empresas, indústrias pessoas e também para países. 

Se o estado de um país não respeita essas regras, esse país estará condenado a ser pobre por toda sua existência, e cobrará dos seus cidadãos essa conta.
E você reclamava da escravidão, não é?

O Brasil não será um país rico com boa qualidade de vida nos próximos 50 anos, ou jamais será, a continuar o povo com a atual mentalidade. Isso por culpa da gestão baseada no endividamento do estado, acentuada nos  governos do PT para deixar ricos banqueiros e algumas empresas e empresários ligados ao ex presidente, como a JBS e as empreiteiras envolvidas no escândalo que deu origem a Lava Jato, que não só retiravam dinheiro da Petrobras, mas também do Tesouro Nacional que significa, nosso bolso.
Para você pode não mudar nada, votar hoje em um presidiário, em um grupo que rouba desde a época do governo militar do nosso estado, ( centrão liderado por Alckmin), um coronel sem patente que não sabe nada de economia, mas tenta se fazer passar por conhecedor, um Capitão reformado do Exército que durante 30 anos foi deputado, ou um profissional de mercado, administração que sempre teve que mostrar resultados positivos para se manter no emprego e conhecedor de economia.

Mas, para as pessoas que vão efetivamente pagar essa conta no futuro, fará muita diferença.
Posso dar o exemplo do Flamengo, para comparar com o Brasil, durante os últimos 5 mandatos antes dos 2 do atual presidente, que está de saída, o clube elegia torcedores,  amadores e bravateiros de todos os tipos, em administração, economia, mercado financeiro e do futebol. Pessoas, torcedores e entusiastas que gastavam todo dinheiro do clube, e deixavam dividas futuras, ainda assim ganhavam títulos, mas de forma medíocre, no ano seguinte do título, o clube mal tinha dinheiro para pagar água, luz e a manutenção do clube, sem contar a dificuldade de se manter na elite do futebol brasileiro.
Com a administração profissional os títulos ainda não vieram na mesma proporção que as receitas entram nos cofres, mas o clube tem suas contas em dia. Pode aproveitar as oportunidades de mercado e comprar bons jogadores, planejar o ano seguinte, planejar um time vencedor, além disso, criar projetos para o futuro, investir na categoria de base, em esporte amador e até projetos sociais .. mas com um administrador fanfarrão, jamais chegaria a esse patamar. Ainda que tais pessoas conhecessem de futebol, elas faziam loucuras financeiras em nome da competição e da paixão, e como não estavam gastando o próprio dinheiro, não se importavam com o futuro, ou com a qualidade dos gastos ou mesmo como seriam pagos, queriam apenas satisfazer o próprio ego ganhando algum título.
Hoje, todo torcedor que acompanha a vida do Flamengo está desesperado, em relação ao próximo presidente, que pode em um ano destruir tudo isso com amadorismo e paixão, ainda que ele tenha boas intenções, isso não garante sucesso na administração.
Assim é a política.

Este ano temos eleições no Flamengo que as cores são Verde e Amarelo, temos como candidatos os presidentes que a vida toda tentaram de todas as formas falir o clube, pois são amadores até nisso, e para nossa sorte não conseguiriam.

Alguns candidatos estão prometendo que vão dar sócio torcedor de graça.

Outros que trarão o Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar para jogar aqui.

Outros que o preço do ingresso para pobres será de 1 real, para ricos 150 reais o mais barato sem direito a meia entrada.

Outros defendem ainda que para entrar no estádio negros terão que ter prioridade, além de radicais islâmicos e imigrantes.

Alguns defendem que gays devem sentar mais próximo do campo e pagar ingressos mais baratos.

Alguns até alegam que vão pagar as dívidas históricas com Vasco e o Botafogo, mas não com recursos do próprio bolso.

Percebe que todos vendem soluções perfeitas, mas ninguém quer falar da realidade? Mas já se perguntou o motivo?

Para falar da realidade é preciso ser profissional, conhecer sobre o que está falando, é preciso ter formação para tal, é preciso dizer sem medo que em áreas que não se tem o  domina do conhecimento é necessário contratar  um profissional.

Afinal não é o presidente que dirige o time, isso cabe ao técnico.
Não é o presidente que faz massagem nos jogadores isso cabe ao massagista, a equipe de fisioterapia, aos médicos, não é o presidente que torce, isso cabe a todos.

Hoje, não temos o Flamengo que sonhamos, pois todo Flamenguista quer um time muito superior e melhor do que o Real Madrid, mas temos o melhor Flamengo de toda história em termos gerais, mas podemos jogar isso fora do dia para a noite votando em um amador, um falastrão, em um simples torcedor, ou um cara que era da equipe de segurança do clube ao invés de votar no administrador, economista, e profissional da área.

Hoje, temos o pior Brasil de todos os tempos, sem liberdade, sem riquezas (pois já foram todas vendidas nos últimos 30 anos a preço de banana), sem profissionais na administração pública que virou um cabide de empregos de gente comprometida com ideologias e não prestar serviço ao público, tem médico sendo prefeito,  taxista sendo vereador, policial corrupto sendo ministro da justiça, carcereiro de facção criminosa tomando conta dos irmãos de facção determinando quem entra e quem sai do presidio, isso não lhe parece errado? Temos partidos para todos os gostos, todos que dizem defender a liberdade, mas tente lançar uma candidatura alternativa ou avulsa, e vai ver que a grande maioria tem medo de perder o poder para pessoas qualificadas.

Temos 10 pessoas querendo assumir a presidência, como o Flamengo tempos atrás, o Flamengo optou por um profissional, e o Brasil, vai escolher quem?

O falastrão?
O chefe de facção?
O ex Capitão da segurança?
O ex tesoureiro que aprovou feliz todas as dividas feitas pelos presidentes anteriores?
O torcedor invasor de campo durante o jogo?
Os torcedores de outros times que juram que torcem pelo Flamengo de verde e amarelo?
Ou finalmente escolheremos um profissional?

Pois nós brasileiros, temos conhecimento para julgar e resolver todos os problemas de todas as áreas e todos os países do mundo, mas somos incapazes de escolher um presidente qualificado.
Exigimos que as pessoas sejam educadas, estudadas, qualificadas e bem formadas, até para serem comentarias de coisas triviais,  para tudo, menos para administrar nosso país. Aí pode ser analfabeto, pode ser bandido, falido, incompetente, burro, arrogante, grosso, mas desde que siga a minha ideologia, está tudo certo. E se tudo der errado, posso dizer que se o anterior errou o “meu” também pode.. ou usar o clássico “roubou mas faz”.

Quer deixar de ser pobre?
Deixe primeiro de pensar como um. 
Deixe de agir como um.
É deixe de ser arrogante como um rico que não dá valor ao que tem.


segunda-feira, 25 de junho de 2018

Como ficar rico em menos de 4 anos, ganhando e mesma coisa que ganha hoje.


Até ontem todos nós entendíamos que Winston Churchill estava correto quando afirmou que a democracia é a pior forma de governo, salvo todas as demais formas que têm sido experimentadas de tempos em tempos, ele se referia a democracia com o sufrágio universal.  


Hoje todos descobrimos que a democracia com sufrágio universal é nada mais do que a ditadura da maioria sobre todas as demais minorias, em especial a minoria que trabalha, empreende e produz riquezas, dando a possibilidade da maioria viver sob a tutela do estado, que por sua vez nada produz. Ela não é boa e nem é justa, pois sofre a interferência direta do poder político sobre o povo de forma a se manipular os resultados das votações, não há mais respeito pela imparcialidade do processo, onde a melhor proposta de gestão deveria vencer, as ideologias transformaram o processo democrático em uma grande guerra de desonestidades, onde os veículos da impressa assumem lados por interesse financeiro, uma vez que o maior faturamento dos maiores veículos vem justamente do estado, dessa forma o povo é levado a erro e se permite ser dependente do estado, dando cada vez mais força a quem está administrando o estado, acabando com a impessoalidade. Os programas de estado são abolidos dando vez a programas pessoais, ideológicos, partidários pagos com o nosso dinheiro, mas passasse para o povo que isso é bondade de um ou outro político, o que se transforma em estelionato político e eleitoral, sendo esse o caminho mais curto para a tirania, para o totalitarismo. Isso ocorreu nas republicas bolivarianas como a Venezuela e a Bolívia, onde os presidentes foram usando o estado para comprar cada vez mais poder e hoje praticamente são maiores do que o poder de todas as instituições democráticas.

O Brasil e a Argentina passam muito perto desse triste fim. A eleição hoje de qualquer candidato mais a esquerda no Brasil será o empurrão final para nos tornarmos um desastre humanitário como é hoje a Venezuela.

Passou da hora de superarmos a democracia, deve caber o direito de escolher a quem empreende, a quem não depende do estado, nem de ideologia ou partido, o poder de decidir tem que ser dado ao povo sim, mas não a todo ele, apenas a fração ideal que sustenta o estado de forma direta. Esse é o conceito de uma meritocracia, onde o voto não é um direito e sim uma conquista atingida por meio da meritocracia de cada indivíduo. Assim apenas quem paga as contas do estado de forma direta, vai ter a responsabilidade sobre quem vai fazer a gestão do estado, e quanto melhor for essa escolha, quanto mais eficiente for o gesto executivo melhor será a inclusão por meio da geração de empregos, da necessidade de pessoas educadas e qualificadas para atender as demandas do mercado como um todo, fazendo o estado ser um atrativo secundário para se trabalhar. Entre outras coisas o fim imediato da estabilidade no setor estatal é necessário para que as pessoas mais inteligentes deixem de buscar a zona de conforto no estado e vão para a iniciativa privada produzirem riquezas.

Na meritocracia os empregos estatais são temporários, destinados para formandos, para pessoas com dificuldade de recolocação, para estagiários e não um plano de carreira com altos salários que nada produz e causa uma grande distorção social na economia, pois faz com que os serviços públicos tenham cada vez menos qualidade. Se um profissional não pode ser demitido qual o estimulo dele em prestar um bom serviço, em manter o seu público satisfeito?

Para além da meritocracia devemos buscar a autocracia, ou seja acabar com a representação política diante do estado dos cidadãos de uma sociedade, esses tem capacidade de se representarem, desde que não sejam dependentes do estado, a pessoa que se auto representa não pode ter interesses diretos sobre algo, por exemplo, um político, jamais votaria para que as regalias da classe sejam retiradas, os funcionários públicos jamais irão votar para que seja extinta a  estabilidade do funcionalismo, e isso a democracia é falha, e a Autocracia Meritocratica traz soluções que podem não ser as mais justas pra com todos, mas são as mais honestas para todos.

Estamos na era do BITCOIN, mas ainda não podemos mudar a ideia de que o estado seja a melhor forma de resolver os conflitos sociais, de mediação, de punição, de tentar gerar equilíbrio entre os desejos, controlar a exploração predatória e não sustentável, mas podemos mudar o estado, recriar o pacto social, criar o estado 2.0. 

Onde os tribunais superiores e do júri, câmaras de debates políticos, senado, estariam dentro de um sistema tipo blockchain, utilizariam um protocolo de confiança como o BITCOIN usa, teria suas diretrizes estabelecidas nesse protocolo, que serviria de base para programas para criação de leis, alteração de leis ou propostas de leis, julgamento de criminosos, julgamento de magistrados, delegados, políticos, onde pessoas qualificadas poderiam propor leis, pessoas menos qualificadas poderiam propor mudanças a essas leis ou a leis existentes e as pessoas que puderem comprovar que sabem  ler e escrever poderiam votar essas leis ou suas alterações tornando as efetivas e vigentes, por esse sistema já teríamos colocado fim ao debate sobre a liberação do uso de drogas ou a condenação de usuários com penas maiores que traficantes, por serem eles financiadores do tráfico e criadores de mercado, já teríamos criado uma lei sobre o aborto que atendesse a demanda moral, punitiva, mas que também respeitasse a vontade do indivíduo, onde todos seriam responsabilizados, e não apenas tivessem opiniões, quem é contra o aborto pagaria uma taxa para sustentas as crianças não abortadas, SÓ QUEM FOSSE CONTRA O ABORTO, as demais não pagariam. Os Lulas, Marinas, Manuelas, Boulos, Bolsonaros  e Ciros da vida, jamais chegariam a cogitar serem presidentes ou mesmo gestores municipais, quiçá presidentes, por serem pessoas despreparadas que nunca realizaram efetivamente nada sem usar o dinheiro do estado, ou seja, pessoas sem qualquer mérito pessoal que pudesse torna-las elegíveis por seus currículos a serem consideradas a um cargo executivo dentro da plataforma ESTADO2.0

Imagina, você ter um módulo em seu computador que te dará a possibilidade de  acesso a um congresso nacional virtual, onde você pudesse participar dos diversos debates, cpis, onde você se  se livraria do custo de todos os políticos e juízes de alta instância que temos hoje, e como nas cryptomoedas você receberia por manter o protocolo ESTADO 2.0 atualizado, caso você estivesse desempregado, quanto mais participasse, votasse, corrigisse questões dentro do sistema, mais receberia pelo seu trabalho, exatamente igual aos programas de mineração de BITCOIN.

Agora pare de imaginar, ajude a colocar isso em prática, VAMOS CIRAR um programa beta, um, apenas um grupo de debate sobre o assunto, e tentar colocá-lo em teste beta. Não é uma ideologia, é apenas uma forma de gerir melhor o estado que tanto direita como esquerda reclamam de opressão.

Imagine um estado Brasil 2.0 sem 99% dos políticos e você usando o dinheiro que antes eles roubavam no lugar certo, desenvolvendo a ideia certa, no tempo certo?

Tem uma comunidade chamada ESTADO 2.0, vamos parar de sonhas em mudar o mundo por meio de uma ideologia, vamos muda-lo por meio de ações .

Ancaps não precisariam mais pagar impostos, em contrapartida não poderiam acessar o sistema do estado de graça, e teriam preço diferenciado caso desejassem usar o aparato estatal.

Os liberais poderiam enfim mostrar ao mundo que a ideia Austríaca de economia funciona, que a liberdade de todos só pode ser garantida por leis não tirânicas, leis que até os ancaps teriam que respeitar é claro, e que toda inclusão social demanda de ciclos econômicos, responsabilidade fiscal do estado e o direcionamento correto do dinheiro publico arrecadado com impostos.

Os socialistas poderiam pagar todo imposto que desejassem e investir seu próprio dinheiro no social por meio do estado e indicar onde e em que local, em que pessoas iriam querer vem o fruto do suor so seu trabalho seriam aplicados.

Se você tem uma ideia melhor, eu o desafio a um debate sobre o tema.

Me chamo Edson Carvalho Miranda, sou o criador da ideia de acabar com o congresso nacional político e substitui-lo por um sistema blockchain. Criador do conceito de Autocracia Meritocrática, a ideia de gestão social que transforma a democracia no que ela é, uma ditadura da maioria burra sobre a minoria que produz riquezas.

Estou online no canal do Discórdia do Grupo Liberalismo x Socialismo onde a ideia nasceu.
E caso sua ideia seja melhor do que essa, eu passo a imediatamente a defende-la, mas caso não consiga, você passa a nos ajudar a espalhar a ideia.



domingo, 3 de junho de 2018

Indicadores do dia 03 de junho de 2018 para o mercado de cryptomoedas

Mercado de cryptomoedas em alta de capitalização, tendencia de alta até 30 mil reais do bitcoin, preços das principais moedas estável com tendencia de pequena queda em decorrencia da movimentação de capitalização e subida do Bitcoin.


sexta-feira, 1 de junho de 2018

Economia e Cia oferece os Indicadores de mercado de cryptomoedas


O mercado de cryptomoedas nesse dia 01/06/2018 abriu em queda, com o BTC valendo R$ 28.084,00 e opera em tendência de alta podendo romper a barreira dos 29 mil reais nas proximas 24 horas. 


1 SATOSHI (STS) = 0.14286667 HTML
1 SATOSHI (STS) = 0.00000062 LTC
1 SATOSHI (STS) = 0.00007444 USD
1 SATOSHI (STS) = 0.00028030 BRL
1 SATOSHI (STS) = 0.00000013 ETH


#economiaecia

Cotação do dia 01/06/2018 as 18:00

*NOS PRÓXIMOS INFORMATIVOS VOU USAR A SIGLA STS  PARA SATOSHI