segunda-feira, 27 de abril de 2009

Rechuan cede médico para ALERJ

Até quando os cidadãos deste país terão que pagar pelos exageros de políticos que para alcançarem o poder praticamente fazem lotes da maquina publica, além de utilizá-la como meio de angariar fundos para futuras campanhas e projetos de poder.?

Não bastasse a inanição diante das necessidades primárias como saúde, educação, saneamento básico entre outras, temos que conviver com os excessos de gastos desnecessários e injustificáveis de representantes de povo. Nos últimos dias, temos visto muitos deputados e senadores sendo interpelados pela imprensa e pela opinião publica diante de despautério praticado com a verba para viagens, que tem sido utilizada indevidamente, isso entre outros gastos.

Não tão longe, e seguindo o exemplo de impunidade e mau uso do dinheiro publico, as autoridades de resendenses resolveram seguir o exemplo e, por intermédio da portaria nº1348 de 20 de março de 2009 resolveu:


O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV, R E S O L V E:

Art. 1º - Autorizar a cessão do servidor Eduardo Meohas, matrícula nº 5667, para a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, com ônus para o Município de Resende.

Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a partir de 02.03.09.

Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Resende, 20 de março de 2009; 209º ano da fundação da Vila e 162º da elevação à Cidade.

José Rechuan Junior

Prefeito Municipal


Pois bem, para quem não acompanhou, ou não se lembra, da campanha eleitoral, sempre que perguntado sobre se o grupo político ao qual ele pertencia era o mesmo do citado servidor público, ele alegava não ter vínculos com o erro. Seria agora interessante o prefeito explicar melhor o que ele queria dizer com isso.

E se de tudo, necessário de fato for ter um representante na ALERJ, que não seja um funcionário publico que exercita a medicina, área que é extremante carente e não se justifica por qualquer interesse político ou por qualquer outro mais importante que seja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário