Escute a Bitradio e ganhe dinheiro.

domingo, 17 de maio de 2009

Refletindo...

Como pode uma pessoa que arquiteta, viabiliza e executa o assassinato dos próprios pais, coloca o irmão como álibi, consegue trazer o namorado e o cunhado para serem comparsas e, após sete anos, é cogitada a possibilidade dessa pessoa ter uma liberdade, mesmo que provisória.

Então, para a justiça o preço de um duplo homicídio qualificado são sete anos?

Esse é o preço para todos, ou apenas para os que têm dinheiro para pagar bons advogados e aparecerem na mídia?

Como comunidade já estamos errando há muito tempo. Como justiça também! Como eleitores nem se fala! Mas podemos fazer algo como cidadãos que é justamente mostrar nossa indignação!

Além de não aplicarmos as penas corretas para a gravidade dos crimes, não conseguimos fazer com que a pena sirva como um meio de busca pela regeneração e arrependimento (verdadeiro) de quem os perpreta! O mais grave, é que cometemos o crime de dar dois castigos para a mesma transgressão e tudo vai de acordo com a “cara do cliente!”.

Sabemos todos, que se procurarmos por esse imenso país, acharemos muitos atos puníveis, tão ou mais hediondos como esse que veio ao grande público. Acharemos, também, os que foram encobertos pelos poderosos. Porém, os que mais veremos serão os que têm as penas menores do que a gravidade do crime ou as infrações que são menores do que o tamanho da punição.

O mundo de hoje, é o resultado dos erros de ontem e persistir nesses mesmos erros apenas lendo, consumindo, julgando e não falando nada, será o caos.

É isso o que desejamos para os nossos filhos e netos?



Ou é isso o que você espera que sua família veja um dia em sua própria casa?

Já que está virando modismo transgredir a educação, a moral, o civismo e principalmente a lei.


Nenhum comentário:

Postar um comentário