terça-feira, 28 de setembro de 2010

Pronto falei!

Gente! Não consigo acreditar que um banco como a Caixa Econômica Federal consegue cometer tantos erros e tratar tão mal seus clientes “ muitos desses obrigados”, pois para quase tudo é “OBRIGATÓRIO” abrir uma conta na caixa que via de regra acaba por criar dor de cabeça a seu titular. Quer seja na hora de conseguir uma informação sobre qualquer assunto, ou pela demora ou pelos desencontros de informações, pelo elevado numero de pessoas que utilizam o banco e o reduzido numero de pessoas que trabalham nele, enfim reclamações vindas dessa entidade não faltam. Isso sem contar aquela constrangedora porta que trava de acordo com a cara do “freguês” ou pela vontade do segurança ou em ultima instância pela quantidade de metal contido junto ao corpo das pessoas.
Sendo um banco publico e com os objetivos e propósitos os quais norteiam o banco e formam seu código de conduta e seu código de ética, creio estarmos diante de algo que seja um paradoxo entre a literatura e a realidade.
Fico vendo as propagandas da entidade na TV e a forma com que as pessoas são tratadas naquele lugar e me lembro de um pedaço de uma música que dizia “Vem prá Caixa e tudo bem. Vem prá CAIXA você também. Vem!”

Tá de sacanagem “né”?

Nenhum comentário:

Postar um comentário