Escute a Bitradio e ganhe dinheiro.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Enfim, a primeira mulher que chegou a presidente do Brasil!

Sou apartidário, mas como não sou da imprensa não preciso preciso usar da tal imparcialidade etc, etc, etc. e nem da hipocrisia que passou a ser parte do ofício de alguns veículos de acordo com o valor paga pelos governantes e justamente por esse motivo decidi que vou dedicar minhas horas de folga, as poucas que tiver, para acompanhar o governo da primeira mulher presidente do Brasil e de acompanhar os escândalos e sempre comparando-a como é de praxe em seu partido, com seus antecessores.

Sim para mim, a partir de hoje Dilma será comparada a Lula e a FHC, fazendo comparações proporcionais, ao período e as crises. Exemplo o governo de Lula em relação ao de FHC foi pífio, FHC passou em 8 anos por 8 crises econômicas graves, e teve que ralar muito para manter a economia, dar um pouco de dignidade aos brasileiros e estabilizar os vários indices, as custas do congelamento dos salários do setor público e das forças armadas é verdade! Mas se alguém tem que pagar a conta que seja a classe que consome mais recursos, e não a classe que os gera. Isso mostra coragem embora seja um suicídio político é um ato de desprendimento do poder em decorrência a um projeto de poder como podemos notar em várias vertentes da esquerda brasileira.

Já no governo Lula, algumas marolinhas em 8 anos e uma crise de verdade, crise essa que o governo levou tempo demais para agir e isso custou cerca de 25% das nossas reservas econômicas de moeda estrangeira e 6 meses de política desvairada de impostos, quando se tivesse tomado as atitudes no momento correto, não teríamos de fato entrado na crise e com a retomada do aquecimento da economia global teríamos um crescimento muito maior do que os países que acabaram lucrando com a crise, quem sabe teríamos até lucrado com a crise, faltou visão!

Bem! Se compararmos 8 crises mundiais com uma crise que poderia ser evitada, não sobra duvida de quem foi o melhor presidente, tudo isso visando a estabilidade da moeda e a manutenção do poder de compra do salário, coisa que não tínhamos desde antes de 1950.

POIS BEM! MAS AGORA ISSO TUDO É PASSADO E O QUE IMPORTA DESDE O DIA 01/11/2010 É APENAS OS ATOS CERTOS E ERRADOS DA PRESIDENTA DILMA.

Seu governo começa com DOIS escândalos, o que para a ordem publica não é bom!

O primeiro pegando um gancho no escândalo do então Ministro Palocci onde houveram as quebras de sigilo de cidadãos, isso pode não ter ficado provado que foram atos políticos, mas as circunstancias que já condenaram muitos assassinos, essas não mentem, circunstancialmente foram atos políticos do PT contra membros do PSDB visando informações fiscais para serem usadas na campanha, o que foi um tiro no pé que deixou a então candidata mancando literalmente.

Depois disso caiu no colo da imprensa o caso de tráfico de influencia Artigo 335.º, do Código Penal onde Erenice Guerra, ex-assessora da ministra chefe da casa civil Dilma Rousseff que com os advindos das eleições passou a ocupar a cadeira de chefia, onde seus filhos utilizavam do prestigio e da posição da mãe para ocuparem cargos importantes e utilizarem-se das facilidades do poder, dos cargos para fazerem dinheiro a custas de operações fraudulentas dentro do ciclo do poder.

De hoje até o inicio da campanha para o próximo mandato presidencial vou enumerar os casos de escândalos do governo da primeira mulher presidente do Brasil e é claro guardar os 102 escândalos de Lula, que poderá se caso queira voltar com um mandato tampão de Dilma os seus escandalos também.

Em 8 anos o governo FHC teve 45 escândalos, o governo Lula teve ao todo 102 escândalos, sendo que pelo menos 3 considerados gravíssimos e que levou a opinião publica a cogitar um processo de Impeachment contra o governo Lula.

Já o governo Dilma contabiliza antes mesmo de começar dois escândalos:

1 – Caso de quebra de sigilo fiscal feito por membros do PT, contra membros principalmente do PSDB.

2 – Caso Erenice Guerra, onde houveram sucessivos casos de trafico de influencia dentro da casa civil, onde Dilma era a chefe e foi sucedida por Erenice.

Esse governo promete!

Principalmente por que começou trazendo de volta nomes que a opinião publica já havia execrado e que ao menos para boa parte da população não deveria estar no governo, onde muito embora não tenham sido condenados, feriram a ética do serviço publico como é o exemplo de Palocci.

A cara do Michel Temer durante o discurso de Dilma diz tudo o que devemos esperar! Qual vai ser o preço que o PT vai pagar para ter o apoio do PMDB nesse mandato que dificilmente vai ter a simpatia do povo, uma vez que vai ser um mandado que não visa a popularidade mas sim um mandato de ajustes que Lula não fez para não perder popularidade, que pode fazer agora para que Dilma administre em águas mais calmas para preparar o terreno.

Mas será que combinaram isso com o PMDB?

Nenhum comentário:

Postar um comentário