sexta-feira, 12 de novembro de 2010

A política, às vezes, nos presenteia com agradáveis surpresas!

Após as eleições do primeiro turno, onde sem qualquer sombra de dúvida o grande vencedor moral das eleições pelo menos aqui em nossa cidade foi o PV de Marina Silva, Fernando Gabeira e do vereador Luiz Fernando Pedra ( Pedra). Para presidente ultrapassou os 17 mil votos, para governador tiveram mais de 9.500 e para deputado federal 13.172 mil votos praticamente sem fazer campanha pesada nas ruas, ou essa campanha suja tradicional com carros de som e bandeirolas, placas publicitárias ou quaisquer outros recursos apelativos, apenas a simplicidade e a humildade a serviço do bom senso. Com essa popularidade e apelo o partido e o seu mais popular membro, Pedra passaram a ser a “noiva” da vez para os políticos locais, que até então pareciam alheios a realidade política do município.

Existem rumores de que todos querem ter o Pedra como parte integrante de seus projetos político para as próximas eleições, o prefeito acena com a maquina publica e cargos de confiança, a câmara de vereadores com a manutenção dos cargos que foi ocupado por pessoas indicadas por Pedra e todos os grupos políticos em suas reuniões quando estudam viabilidade de campanha apontam para o PV e para Pedra como parte de suas ambições.

O jeito mineiro do político carismático, cordial e sempre solicito acaba por agradar a eleitores, candidatos, partidos, aliados e oposição visando os números fantásticos que podem efetivamente ser convertidos em votos ao contrario, por exemplo, dos votos de Sergio Cabral que é visto como voto resultado de propaganda e muito investimento e não o voto espontâneo e convicto como o voto do PV, como em Resende o maior partido do Brasil, o PT não tem força e nem representatividade significativa, haja vista que Serra venceu aqui nas eleições presidenciais, o PV hoje torna-se um partido muito forte.

Mas para tristeza dos gananciosos por poder, que a cada ano pulam de partido em partido, e mudam de lado para se manterem com uma das tetas do poder publico na boca para não terem que trabalhar, Pedra pode ver o seu real valor e potencial, além de sua viabilidade devido a sua popularidade e de seu partido e lançar candidatura própria e quem quiser que entre na fila para tentar conquistar ser o “noivo”, ou seja, o vice do simpático defensor do verde.

Uma coisa é certa, diante de uma briga entre o atual prefeito e o grupo do ex-prefeito pelo poder Pedra entraria ainda mais forte do que está e isso visto o resultado das urnas é tudo o que os resendenses querem! Opções de qualidade.

Mas o que Pedra pensa de ser o Prefeito de nossa cidade?

Nenhum comentário:

Postar um comentário