Escute a Bitradio e ganhe dinheiro.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

O Rio de Janeiro continua lindo. O Rio de Janeiro continua sendo.

Continua sendo o estado com a segurança publica mais ineficaz diante das ações de bandidos. Sempre no Rio acontece algum ataque de grupos criminosos a sociedade ou a entidades ligadas ao estado, sempre escutamos que se trata de um ato isolado, mas que se pegarmos um histórico, uma linha de acontecimentos de forma rápida e simples chegamos à conclusão de que não são ações e atos isolados, e sim que são ações e incursões planejadas e reincidentes, e o que é mais assustador é que são ações violentas e frequentes, orquestradas de forma a atingir o que temos de mais precioso, a sensação de liberdade, a sensação de deter o direito de ir e vir em segurança.

A cada vez que acontece um evento desses, aparece um figurão que, dias depois, vai perder o cargo e diz que é um ato isolado.

Como isolado? Quantos arrastões já ocorreram no Rio? Quantas vezes vias de grande circulação foram fechadas e pessoas assaltadas no Rio de Janeiro? Quantas pessoas foram mortas nesses atos isolados?

Atos isolados é a policia manter um policiamento que chegue a evitar tais acontecimentos, atos isolados é a policia trabalhar com inteligência e manter a salvo a população de grupos que são conhecidos e estabelecidos com nome, endereço e alguns até com patentes.

Justamente pela falta de efetividade da policia em prender bandidos, e com a competência comprovada de humilhar cidadãos que qualquer pessoa, a primeira vista, comprova tratar-se de pessoa idônea é que coisas como a que ocorreu no Rio, esse fim de semana, continuam acontecendo:

Noticia G1

Após fim de semana de arrastões no RJ, PM confirma 3 carros incendiados

Suspeitos fecharam rua em Irajá, perto da Via Dutra e Avenida Brasil.
Este seria o quinto arrastão desde o fim de semana.

carro incendiado Rio (Foto: Reprodução / TV Globo)

Após o fim de semana de arrastões no Rio e Grande Rio, cinco homens armados fecharam a Rua Itapera, em Irajá, no subúrbio da capital, nas proximidades do Trevo das Margaridas, na Avenida Brasil, na manhã desta segunda-feira (22) e assaltaram pelo menos três motoristas. Segundo policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), os suspeitos roubaram os pertences dos motoristas e incendiaram três carros.

De acordo com o BPRv, não há informações sobre feridos. Os veículos foram incendiados na saída da Via Dutra, na pista sentido Centro. Com isso há reflexos no tráfego da rodovia, que está congestionado a partir do Trevo das Margaridas.

Dutra e Linha Vermelha
Durante o fim de semana, os cariocas foram vítimas de pelo menos quatro arrastões. O primeiro crime aconteceu na Linha Vermelha, no início da tarde de domingo (21), quando seis homens armados de fuzis incendiaram dois veículos e dispararam várias vezes contra um carro da Aeronáutica. Ninguém ficou ferido.

O ataque ocorreu na via expressa, no acesso a Duque de Caxias, na pista sentido Rodovia Presidente Dutra. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Militar, um terceiro carro, um Corsa, também foi roubado pelos criminosos, mas não foi incendiado.

A outra ocorrência foi na Rodovia Presidente Dutra, altura do Km 163, na Pavuna, no subúrbio. Segundo a polícia, três homens armados com fuzis atacaram motoristas na Dutra, pista sentido São Paulo. Eles roubaram um Prisma e um Kia. Policiais militares que passavam pelo local trocaram tiros com os criminosos. Não há informações sobre feridos.


Um comentário:

  1. O pior e mais assustador é saber que minutos antes você passou pelo ponto onde as tragédias aconteceram e que não podemos, pelo menos individualmente, fazer nada!
    Creio que chegou a hora da sociedade começar a tomar as rédeas da situação!

    ResponderExcluir