quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Falta de respeito com o consumidor e com profissionais da área de TI

Acabei de ligar para a empresa HP, solicitando maiores informações técnicas sobre uma impressora a Officejet Pro K 8600, pelo 0800 709 7751, onde a operadora Daniela foi quem me atendeu.

Após eu ter que responder umas 20 perguntas ela me perguntou o que eu desejava, foi só então que solicitei as informações se o produto, se imprimia em um determinado tamanho e se ela poderia me orientar a encontrar um produto que atendesse as minhas necessidades, além disso comentei com ela sobre um alerta que tem na pagina do produto dentro do próprio sitio da HP, que diz que o produto pode não funcionar com algumas versões de alguns sistemas operacionais e indica um site para que se possa ter maiores detalhes, é bom lembrar que se trata do review do produto, ou seja documento oficial onde deverá constar todas as informações do produto, indicações e “contraindicações” o que seria o caso. Porém o endereço que é apontado leva para uma pagina de propaganda de produtos e não de explicação, ou qualquer orientação.

Relatei então para a atendente da HP que já havia visto o review, e que estava ligando por concluir que no site não havia as informações mais importantes para a decisão da compra da impressora, foi então que veio a coisa mais absurda que já escutei em todos os anos que trabalho com informática e lidando diariamente com esses call centers... ( o senhor liga para um de nossos distribuidores, isso mesmo, distribuidores e verifica com eles, pois a HP não tem essa informação).

Bom! Se é a HP quem projeta, se é a HP quem produz, se é a HP quem eventualmente iria me fornecer suporte técnico sobre o produto, como é que a HP na pessoa de sua atendente me reporta que a HP não tem informações básicas, primárias sobre o produto que ela desenvolve, produz, comercializa e dá garantia?

Não é necessário ir a qualquer órgão de defesa do consumidor para ter certeza de que isso é uma grave afronta ao CDC, negar informações sobre um produto e ou dificultar que o consumidor tenha acesso a essas informações, isso é se a informação de fato existe, o que acarretaria em uma segunda infração ao código.

Fui no site de dois dos maiores distribuidores da marca, e em nenhum deles havia a informação e para que eu pudesse ter a informação deveria fazer uma ligação interurbana, o que de fato não fiz.

Conclusão:

Eu não sei mais o que fazer, pois a marca que sempre confiei para comprar produtos, não mais me inspira confiança e se quer, me atende de forma satisfatória e digna, as demais marcas também não dispõem de um canal de atendimento direto para esclarecimento de dúvidas, ou seja nós clientes, consumidores estamos sendo cada vez mais abandonados e a cada vez que se criam mais leis de proteção para nos proteger, as grandes corporações sempre descobrem formas de burla-las.

Fica aqui meu conselho:

Tenham muito cuidado antes de comprar um bem durável de valor agregado alto, procure saber se o produto é nacional, qual é a garantia, se existe uma assistência técnica próxima de sua residência, em que casos a empresa troca o produto defeituoso, se tem suporte telefônico com ligação gratuita e de preferência contrate um profissional com vasto conhecimento sobre a linha de produto que pretende adquirir para que a compra não se torne um pesadelo.

Tenho duas impressoras para entregar uma consultoria de compra, para dois clientes, ambas de grande volume de impressão e no que depender de mim a marca HP estará descartada por insuficiência de informação de seus produtos.

E claro, antes de fechar a compra dê uma passadinha no site Reclame Aqui, e veja se a empresa está preocupada em atender as solicitações dos seus clientes.

2 comentários:

  1. Olá Edinho,

    Por favor, você poderia enviar seus contatos para o e-mail hp.consumidor@bm.com?

    Vamos encaminhar o seu caso ao setor responsável e acompanhar a solução.

    Obrigado.
    Relações Públicas Digitais da HP

    ResponderExcluir
  2. Olá HP, o caso já esta lá! este junto com outros mais, estou esperando e num prazo de 30 dias, caso não haja qualquer retorno irei comentar novamente no blog, dando a real dimensão de qual o tempo que um cliente leva para ser atendido.

    ResponderExcluir