quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Juiz britânico aprova extradição de Julian Assange para a Suécia

Fundador do WikiLeaks pode ser interrogado no país por crimes sexuais.
Assange diz que caso é motivado politicamente, e defesa promete apelar.

“ Os Europeus estão inventando uma nova modalidade de forca em público. Uma variação sórdida de: " Dê pão e circo para o povo.“


É inaceitável nos dias onde supõe-se que a inteligência e o dialogo prevalece sobre a força, ver a manipulação de poderes constituídos há séculos, democracias ditas prefeitas, a mercê do poderio econõmico das grandes potências que compram os sistemas legais e políticos de países inteiros, ditos evoluídos, de primeiro mundo.

Quando vejo coisas assim, deixo de acreditar que saímos das cavernas. Querem matar o cara só porque ele fez sexo com uma prostituta sem camisinha, e por que ele falou mal da nação mais poderosa do mundo?

Na realidade sabemos que a prostituta é só a cerejinha do bolo. Quanto a nação mais poderosa do mundo, essa de fato é o maior, se não o único problema mundial, acho que já está na hora dos povos do mundo tomarem uma decisão sobre o futuro dos EUA. E de coloca-los no lugar deles, ou no lugar certo.
Não passam de agiotas do mundo, e o pior é que isso a custa do trabalho daqueles que buscam o emprestimo. Escravidão moderna!


Nenhum comentário:

Postar um comentário