sábado, 19 de fevereiro de 2011

Lugar de pedestre é....?

É, em Resende essa falta de respeito para com quem depende das calçadas, das rampas, das faixas de pedestres e outros locais reservados para eles, virou uma doença generalizada que chegou também ao parque das águas, não satisfeitos com as ciclovias implantadas pela prefeitura (que ligam nenhum lugar a lugar algum), agora os pedestres são obrigados a dividirem as calçadas das pontes, o calçadão, a ponte velha, as faixas de pedestres com sinal aberto para pedestre e, até mesmo, a pista de corrida com os ciclistas, esqueitistas, patinadores etc. que, na maioria das vezes, não têm respeito com quem está caminhando, e ainda xingam as pessoas que estão nos seus lugares de direito. No parque das águas está perigoso para levar crianças para brincar nas áreas destinadas a elas, pois passam patinadores a toda velocidade em um espaço que é destinado a pedestres.

Administração municipal, vamos trabalhar, vamos dar um choque de ordem e deixar nossa cidade mais humana, mais democrática, abram espaços para a prática desses esportes, fechem a via em frente ao parque das águas nos horários de menor volume de transito, arrumem a Marcilio Dias para que os motoristas tenham uma opção ao trafego na Beira Rio, criem espaços para as bicicletas, fiscalizem esses espaços e teremos uma cidade saudável, com praticantes de esportes tendo seus espaços assegurados e todos os cidadãos satisfeitos, pois da forma que está, não tem mais como se andar a pé nessa cidade.

Não entendo como pode a Beira Rio não ter ido com pavimentação, calçada, ciclovia até o parque Zumbi, no lava-pés e até mesmo ao bairro Surubi, criando um grande espaço para a população caminhar, e espaços reservados para diferentes práticas esportivas.

Por essas e outras a conclusão em Resende é uma só! Lugar de pedestre aqui, é na Rua!

Nenhum comentário:

Postar um comentário