segunda-feira, 20 de junho de 2011

Está tudo muito bom! Está tudo muito bem! Mas(...)

Pois é! Ao contrário da maioria que viu na inauguração do novo shopping na entrada da cidade de Resende algo 100% positivo e um mérito da prefeitura de Resende, eu prefiro ser mais comedido, olhar os detalhes que muitas das vezes no frenesi da festa acabam passando despercebidos.

Por dentro o shopping embora ainda não esteja 100% terminado, mas o que já está pronto e maquiado está bonito, a primeira vista parece bastante funcional além de muito bonito e organizado.

Pelo lado de fora, na área pública a coisa já não é bem assim, a mudança no traçado da Avenida que dá acesso ao Shopping não ficou tão empolgante, a curva ficou mais perigosa, as pistas mais estreitas, o canteiro central sem qualquer motivo aparente, tem uma largura que não se justifica devido ao local e o volume do tráfego diário que necessita de pistas compatíveis com o tráfego, ao que aparenta isso foi feito visando a ornamentação do local para compor um projeto de uma obra privada. Esse tipo de plantio vem de encontro ao que se tem visto que é a retirada de árvores da beira de estradas e avenidas movimentadas para evitar acidentes de diversas naturezas.

Muito chamou a atenção, o ponto de ônibus que fica situado no sentido de ida para o bairro Campos Elíseos, localizado no meio de uma curva, em um ponto que é de difícil visibilidade e frenagem para o motorista, principalmente diante de pedestres abusados que atravessam pela frente do ônibus.

Tudo isso se agrava diante da falta de uma faixa de pedestre, que não é a solução mais assertiva, uma vez que nossa cidade sofre de um grave e agonizante problema de circulação no trânsito, onde uma faixa acabaria agravando esse quadro, talvez a melhor solução seria um túnel, transpondo o a movimentada Avenida o que dispensaria o perigoso retorno colocado a 100m da saída do Shopping e a 50 metros da rotatória da entrada da cidade.

O retorno apresenta a guia da calçada avançando para frente, invadindo a faixa de rodagem dos veículos oferecendo riscos de uma colisão com a protuberância que invade a avenida tornando o local perigoso.

Nos dias da inauguração, a Guarda Municipal fez a segurança dos pedestres no ponto supracitado, mas e depois como ficará para o pedestre? Jogado a própria sorte como no restante da cidade?

Um comentário:

  1. Tem toda a razão. Ótimo texto, já votei no blog resende para o top blog, vota no Tablóide fluminense também.
    Abraço

    ResponderExcluir