segunda-feira, 11 de julho de 2011

Conversa informal

Em uma conversa informal hoje fiquei sabendo que existe a possibilidade, segundo quem me falou absoluta certeza, do nosso atual prefeito ir para o PMDB.

Mas como? Se Sérgio Cabral aliado politico de Noel de Carvalho, o qual o prefeito Rechuan fez o impossível para não se eleger como deputado estadual, são do PMDB, que por sua vez é aliado politico do PT, partido rival ao atual partido do atual prefeito de Resende, que em sua ultima campanha utilizou-se do poder paulista do DEM e do PSDB para chutar cachorro morto, ou digo, para ganhar do ex-prefeito Silvo de Carvalho, o prefeito mais ausente da história de Resende.

É uma mudança radical, sair de um partido de extrema direita para ir para um partido sem historia, sem posição, sem ve, ops... Sem uma ideologia definida, que hora está na direita, hora na esquerda, mas sempre no poder, o que esperar além das obras sem a identidade que estão povoando nossa cidade?

Falando em obra passei na frente e reparei o colégio rompendo o silêncio, fiquei estupefato com o mau gosto empregado no acabamento, será que fazer aquilo na obra não deixa ela mais cara?

Nunca vi nada tão brega na vida!

E olha que já perguntei para muita gente sobre a beira rio nova, sobre os postes tortos, os bancos para gigantes e com a marca do autor da bagunça por todo lado e de cada 10 pessoas 11 acharam ridícula a obra, 12 acharam feias e de mau gosto, e 15 acharam que Resende tem uma lei que proíbe que obras públicas sejam marcadas e fujam do padrão e das cores do município. Cadê os vereadores? Que não veem esse estupro visual que está sendo promovido em nossa cidade?

De Princesinha do Vale a Breguinha do Valão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário