quinta-feira, 14 de julho de 2011

Vazamento de Teixeira sobre abertura no Itaquerão irritou Fifa e adiou anúncio, diz jornal

Segundo 'O Estado de S.Paulo', telefonemas do presidente da CBF a prefeito e governador impediram o anúncio oficial ontem

A Fifa resolveu manter a decisão anunciada há três semanas e, na última quarta-feira, não divulgou se o Itaquerão será o palco do jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. A entidade máxima do futebol mundial apenas divulgou um comunicado dizendo que aceitou as garantias financeiras apresentadas para a construção da arena e confirmou o futuro estádio do Corinthians como palco da cidade de São Paulo no Mundial.

Segundo reportagem publicada nesta quinta-feira pelo jornal O Estado de S.Paulo, o anúncio oficial de que a partida inaugural da Copa será mesmo no Itaquerão só não aconteceu graças à irritação da Fifa com o suposto vazamento da informação por parte do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Comitê Organizador Local (COL) do Mundial, Ricardo Teixeira.

O cartola que comanda o futebol brasileiro teria telefonado para o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD) e o governador do estado, Geraldo Alckmin (PSDB), confirmando a notícia. Mais tarde, o ministro do Esporte, Orlando Silva Júnior, e o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, também falaram com Kassab e deram os parabéns. A informação já havia se espalhado.

Segundo o jornal, quando a Fifa tomou conhecimento de que Teixeira havia vazado a informação antes do anúncio oficial da entidade, recuou da intenção de oficializar a abertura no Itaquerão já na quarta-feira e manteve a decisão de três semanas atrás: só vai comunicar o local de abertura, o calendário completo e todas as informações relativas à Copa de 2014 apenas em outubro.

Em declarações reproduzidas pelo jornal, Orlando Silva cobrou uma rápida definição sobre a abertura em 2014. "Na medida em que as quatro cidades já foram habilitadas (São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Salvador), que se antecipe essa decisão", afirmou o ministro em um evento na capital paulista.

Ainda de acordo com o Estadão, o aval da Fifa ao Itaquerão acabou desmobilizando um pouco as outras três candidatas a receber a abertura da Copa do Mundo. Belo Horizonte, Brasília e Salvador ainda sonham, mas teriam se desmotivado com a notícia de que a entidade teria mesmo optado pelo futuro estádio corintiano.

Por ESPN.com.br, espn.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário