sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Policiais Militares de Resende, presos em Lorena


Eles são acusados de extorquir dinheiro de um comerciante


Credito: Reprodução / Rede Vanguarda










Três policiais militares do Rio de Janeiro foram presos nesta quinta-feira (24), em Lorena. Eles são acusados de extorquir dinheiro de um comerciante. Eles teriam ameaçado de morte a vítima e também a família dela, caso não recebessem uma quantia de R$ 50 mil. 


Os policiais foram presos em uma avenida na entrada da cidade. Os três homens estariam extorquindo um comerciante da cidade. "A vítima fez uma ligação no 190 pedindo apoio da viatura porque três indivíduos armados entraram no seu estabelecimento e exigiram uma quantia de R$50 mil que iriam voltar após uma hora para pegar o dinheiro.", conta o Sargento da Polícia Militar, Marcio Vilas Boas. 

O trio não reagiu à prisão. Segundo a PM, a extorsão começou na semana passada. "A vítima os reconheceu de pronto. Ela afirma que no mês passado sofreu a mesma ameaça e conseguiram levar uma quantia de R$ 4.800".

Os policiais presos não usavam uniforme, mas estava armados. Foram apreendidos um revólver e três pistolas. Eles estavam também com oito celulares, munição, e coletes a prova de balas. Tudo estava na porta malas de um carro, com placas de barra mansa. Os homens foram trazidos para o primeiro DP de Lorena e ficaram em salas separadas. Eles serão transferidos para o Rio de Janeiro.

Foram presos um cabo e dois soldados que trabalhavam na cidade de Rezende, no Rio de Janeiro. Agora a Polícia Civil vai investigar tem outras pessoas que participaram do crime e se há relação com o tráfico de drogas. "Tudo isso será investigado se por acaso temos escutas telefônicas que possam nos auxiliar. Será conclusiva a participação deles em homicídios que vem acontecendo na região e outros delitos mais graves", explica a delegada Sandra Vergal. 

Os três Policiais Militares já foram levados para o batalhão de Resende, no Rio. Eles vão prestar depoimento, e depois serão encaminhados para uma prisão especial da PM. O caso também será investigado pela corregedoria da polícia militar do rio. Os três PMs podem ser expulsos da corporação.


FONTE : VNews




Nenhum comentário:

Postar um comentário