domingo, 4 de dezembro de 2011

Briga entre grupos políticos em Resende prejudicam moradores e colocam vidas em risco.


Todos os anos quando vai chegando perto das eleições a novela é sempre a mesma, a coisa nunca muda de figura, será que é falta criatividade para nossos políticos?

Ou eles pensam que somos idiotas?

Na realidade essas são as duas faces cretinas da mesma moeda!

Se por um lado tem um grupo que está fora do poder e faz de tudo para consegui-lo até mesmo colocar de forma irresponsável a vida de resendenses em risco, porém quando estão no poder não fazem absolutamente nada pela cidade, por outro o grupo que está atualmente no poder, não difere-se em nada! Mudam apenas alguns nomes em cargos chaves,  algumas empresas beneficiadas, alguns “donos” de partidos que podem se coligar para ganharem tempo de TV e assim por diante, aquele joguinho nojento de sempre! Jogo esse que veremos gente que estava de um lado o ano passado e esse ano vem do outro.

Por exemplo,  o Rechuan, atual prefeito, que enquanto candidato criticou muito e repudiou a privatização do sistema de abastecimento de água da cidade,  fazendo disso e das condições das esburacadas ruas de Resende um trunfo político que pode ter lhe valido a vitória nas urnas, o próprio Rechuan agora inventou de privatizar o Aterro Sanitário de Resende, o mais engraçado disso tudo é que vindo dele Rechuan, que nem de Resende é! Problema algum! Já é de esperar se olharmos o desenvolver do seu governo, a necessidade de marcar suas reformas de prédios e espaços públicos da forma que estão, quase que como uma assinatura de uma obra prima, só que obras primas não são mosaicos, são criações saídas do nada e não reforma de obras alheias.....  De tudo, o que mais espanta são os VEREADORES,  em sua maioria compartilharem e compactuarem com um absurdo desses.... Pois em todos os lugares do Brasil, o lixo vem sendo fonte de renda de inclusão social, e com a tecnologia correta, pode virar uma fonte segura e barata de energia, além de energia politicamente correta, qual seria a vantagem de uma privatização? Por que não faz uma consulta popular para definir assuntos como esse?

Se bem que(...) em tempos de  governo urbanístico, privatizações escusas, tapa buraco e de maquiagem além de macaco que pula de galho em galho,  enfrentando a lei eleitoral, trocando de partido sem deixar o cargo ( tomara que a ficha limpa passe a valer para essas eleições)  falar de politicamente correto é quase uma heresia.

O maior problema do resendense é que não fomos abandonados apenas pelo atual prefeito e seu grupo politico, seus opositores e braços disfarçados de organização popular também não deixam por menos, pois a FAMAR, (Federação das Associações de Moradores e Amigos de Resende), cuja isenção politica é inexistente,  abdicando de sua obrigação social, que é zelar pelo bem estar dos cidadãos, resolveu fazer justamente o contrário, a associação entrou com um pedido de liminar para interromper, parar ou somente para atrasar as obras de recuperação e desassoreamento do leito do rio Sesmaria, impedindo assim que se elimine o risco de enchentes catastróficas como as que se abateram sobre os moradores  de Resende na madrugada do dia 15 de Dezembro do ano passado.

É bem verdade que a obra no presente momento  é eleitoreira e a demora para fazê-la uma irresponsabilidade sem qualquer justificativa, mas daí a usar de recursos baixos e que prejudiquem a população, por causa de brigas politicas, tentando angariar votos com a paralização de obras e desperdício de dinheiro público,  me perdoem, mas é ser além de tão irresponsável quanto o prefeito foi durante esse ano que esperou para começar a obra que se não concluída ou feita de forma correta, pode colocar em risco a vida de centenas de pessoas, não deixar a prefeitura resolver o problema,  é ser tão incompetente quanto.... Até por que, não existe quem não veja que a FAMAR está fazendo exatamente o contrário do que deveria fazer.

Se quiserem brigar politicamente, que o façam, mas não com o dinheiro público e nem brincando com as necessidades e até com a vida do povo.

Muito me decepciona saber que tal articulação tem origem no grupo liderado por um politico já consagrado, querido e amado pela maioria dos resendenses e que se habituou a perder eleições por não saber jogar de forma limpa ou por não conseguir conter o ímpeto autodestrutivo de seus correligionários.

Até porque, a meu ver,  para qualquer um dos pré-candidatos ganhar as eleições no ano de 2012, não é preciso utilizar-se de artifícios escusos ou mesmo sabotagens jurídicas e as demais manobras de mídia que estamos cansados de ver, basta apresentar um bom projeto de governo, manter os debates focados e em alto nível, mostrar os números da cidade em saúde, educação, etc... em relação aos números que seriam os ideais ou mesmo os mínimos aceitáveis em alguns casos. Mostrar para a população, o dinheiro gasto em obras que não dão qualquer retorno para a população, verificar os números em cada uma das áreas importantes que o município precisa e os números gerais desse governo, isso fala por si só, Resende tem hoje uma defasagem em algumas áreas que se comparam a algumas cidades mais pobres do Brasil...

Então senhores candidatos, puxa sacos de plantão, entidades solidárias e todo tipo de cabos eleitorais, por favor, façam seus joguinhos sórdidos e sujos, mas não prejudiquem com isso o povo, pois essa gente de Resende tão trabalhadora e já tão sofrida, não merece esse descaso por parte de vocês, aproveitadores do dinheiro suado de uma gente que quer ver sua cidade voltar a ser a Princesinha do Vale.

Essa gente merece sim! Um politico de preferencia novo, sem vícios, sem dividas de gratidão com partidos e políticos (raposas velhas), uma pessoa que seja atuante e presente, não nas colunas e festas sociais, mas sim junto ao povo, além de um politico que não só traga empresas para cá e sim traga formação profissional para que os resendenses possam ocupar as vagas de emprego que aqui forem criadas, como um bom exemplo a vaga de prefeito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário