segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Cuidado com seu cartão de crédito, o perigo mora onde menos se espera.


Mesmo usando-o em sites de entidades que deveriam prover segurança desconfie, pesquise se houveram problemas antes, pois você pode ser surpreendido de onde menos se espera!

No dia 26 de Outubro de 2011, entrei com reclamação no site Reclame aqui e também fiz uma postagem aqui no Facebook, dando ciência, uma vez que não achei o “ FALE CONOSCO” do site,  de que o mesmo,  sem minha autorização e o mais grave, sem minha confirmação andou efetuando débitos em meu cartão de crédito, algo em torno de 90,00.

No dia 29 de Novembro a empresa entrou em contato comigo, após eu ter tentado de todas as formas o contato com a mesma.

O setor responsável me fez preencher um formulário em inglês, sinal de que não estão nem aí para nós brasileiros ou países de língua portuguesa, para saber os motivos do meu pedido de devolução, em tom do tipo “ comprou agora está enchendo o saco por que? “ e o que aconteceu para eu estar querendo meu dinheiro de volta.

Após preencher  e enviar o formulário extremamente mal redigido, pois é vago em suas opções, dias depois recebi outra comunicação dizendo que eles me enviariam de volta o dinheiro, ‘Não me pergunte como”,  mas que não poderiam me dar a compensação monetária, ou a correção monetária, por conta da politica interna da empresa.

Até esse momento,  eu estava compreensivo e achando justo, uma vez que reconheceram o erro e de forma muito grosseira, pediram desculpas, disseram ainda que iriam em  um “pequeno prazo” me devolver todo o meu dinheiro.

 “ já estou começando a achar que o verbo  entregar,  estava no gerúndio!!!”

Desde então, toda semana eu vinha enviando um e-mail para o contato  que me atendeu a reclamação, perguntando se não desejavam outras informações, como o numero da minha conta, dados pessoais etc, porém nenhuma resposta desde então foi dada.

Agora já estou começando a achar essa situação toda,  um desaforo e estou procurando algum ADVOGADO(A),  que ache viável e interessante a causa e que queira abrir um processo, não sei se é o caso, uma vez que já se vão para 2 meses que a empresa FACEBOOK, prometeu devolver o dinheiro que pegaram via CARTÃO DE CRÉDITO, cujo o numero de alguma forma  ficou gravado no sistema da empresa, provavelmente pela compra de uma camisa que efetuei em um link de propaganda que estava ao lado do site e daí para frentes tudo que é conteúdo pago do site FACEBOOK, como extensões para jogos, por exemplo, que eu clicava era imediatamente cobrado. 

Como pode ser visto na copia da fatura do cartão, isso sem que eu digitasse qualquer numero, até mesmo o código de segurança do meu cartão, código esse obrigatório em compras e proibido de ser guardado pela empresa que está fazendo o debito na operadora. 

 “ MOTIVO PELO QUAL TROQUEI MEU CARTÃO.”

Aconselho a todos que utilizam o FACEBOOK, que além de ter cuidado, com senhas pessoais de outros sites, e informações e dados confidenciais, nunca passem o cartão de credito em links que estejam no site ou para comprar recursos de jogos, produtos etc. Pois os dados ficam guardados, ao menos os meus ficaram sem minha prévia autorização,  e a qualquer momento que você clicar em um botão por curiosidade o programa simplesmente usa os seus dados e efetua a compra, no meu caso até dei sorte, pois vi a tempo e apenas debitaram algo perto de R$ 90,00 reais  em menos de uma semana.

Eu tentei de tudo para não ter que partir para exposição, tanto minha, da entidade a qual tenho conta e o cartão, que não tem culpa alguma do ocorrido, e até mesmo do FACEBOOK, que pelo que notei dificulta ao máximo qualquer contato com seus usuários.

Mas parece não me resta  outra alternativa, então meus amigos vejam vocês mesmos o que estou descrevendo, olhando a fatura,  postada no Blog Resende e com isso, tirem suas próprias conclusões.
Caso quiserem e puderem me ajudar a tentar reaver essas 90,00 pratas e agora acho que por questão até de bom senso a empresa deve no mínimo pagar os juros e correção monetária decorrente do tempo que estão com um dinheiro que pegaram sem minha autorização, o que em qualquer nível de português tem outro nome ou numero!

Ajudem-me, cliquem em curtir e compartilhem essa mensagem, para ver se alguém da empresa FACEBOOK tem a decência de entrar em contato novamente e dar um fim a essa situação muito desagradável.  De preferência em bom português...
Cuidado com seu cartão de crédito.







Nenhum comentário:

Postar um comentário