quarta-feira, 9 de abril de 2014

Governo Dilma tenta passar rolo compressor no senado e perde!


Senado impõe derrota ao governo Federal.  (08-04-2014)

Governo perde no senado! Ao indicar o senador Gim Argello a Ministro do Tribunal de Contas da União o governo enfrenta uma derrota moral no senado. Governo tenta empurrar em caráter de requerimento de urgência bancado pelo presidente Renan Calheiros (PMDB-AL) o nome e a aprovação do senador do PDT, partido da base aliada.
Renan além de perder ainda tomou um sabão de vários senadores em plenário.
A base aliada esperneou, mas de nada adiantou.
A oposição e até senadores da base aliada se insurgiram pela ofensa ao estado democrático de direito que veio do palácio do Planalto empurrado goela abaixo do senado.

HOJE VENHO COM UMA QUE JULGO TÃO IMPORTANTE QUANTO! (09-04-2014)


Gim Argello (PTB-DF), indicado por DILMA, para ministro do Tribunal de Contas da União, responde no responde a seis inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF). Pesa sobre ele a suspeita de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, peculato (desvio de dinheiro público) e crime contra a lei de licitações. 


O requerimento que acabou sendo rejeitado desobrigaria que a indicação de Gim passasse pelos trâmites normais, respeitando prazos regimentais, a começar pela análise na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e a sabatina de perguntas do senado, é bem possível que o governo DILMA volte atrás na indicação, para não acabar se expondo por mais um escândalo e perdendo ainda mais popularidade, faça a sua parte, envie um e-mail ao senador que você votou ou que representa o seu estado e instrua-o a rejeitar a indicação por não se tratar de pessoa idônea, requisito indispensável ao cargo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário