quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Saúde brasileira agoniza na UTI.

Mais da metade dos médicos recém formados de SP, FORAM REPROVADOS, no exame do Cremesp.
Mais da metade dos recém-formados em medicina no Estado de São Paulo foram reprovados no exame do Conselho Regional de Medicina (Cremesp) de 2014, segundo resultados divulgados pelo órgão na manhã desta quinta-feira, 29. Dos 2.891 egressos de escolas médicas paulistas que passaram pela prova, 55% não conseguiu atingir o porcentual mínimo de acertos, de 60%.
Mais uma vez, veremos aquela máxima, se não conseguimos formar bem nossos jovens, vamos baixar o nível de exigência das provas de admissão de ordem, fizeram isso com ENEM, com a prova da OAB, eliminaram a reprovação,  e agora ao que tudo indica, isso vai ser feito com o Conselho de Medicina.
Esse é o resultado, da má gestão do ensino no Brasil, tanto publico quanto particular, nossas entidades foram aparelhadas, servindo a propósitos políticos e ideológicos, nosso alunos doutrinados para defenderem um ideal ideológico, e acabaram perdendo o foco de seus estudos e suas carreiras.
Essas pessoas, que acabaram com o ensino brasileiro,  reformaram o método de ensino brasileiro, de um método ruim, mas que dava resultados práticos, tanto é que o Brasil figurava como formador de estrelas dos meios intelectuais, para o atual, que é uma utopia, de que o bom professor ilumina seu aluno ao invés de impor o saber, mas que forma uma horda de semi-analfabetos, onde as provas são extintas e o aluno faz a pratica das matérias, da forma que achar melhor.

Aí está a prova! Fica claro que isso não funciona, pelo contrario, nossas instituições de ensino, se quer figuram entre as 150 melhores do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário