terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Georges St-Pierre frustra Dana White.

Georges St-Pierre, frustrou a tentativa de manipulação de Dana White. Após luta de retorno de Anderson Silva, luta morna, sem muito brilho tanto de Dias, quanto de Silva, que se posicionou para lutar no contragolpe e respeitou muito Dias. Ganhou mas não convenceu.

Dana White, também achou que Silva venceu, mas não convenceu, e logo disse que sua intenção seria uma superluta casada, entre GSP e Silva, esse que foi o sonho do UFC e dos dois atletas, quando detinham o cinturão. Mas a tentativa de manipulação de Dana para a volta de GSP foi frustrada, pois o atleta disse que só volta quando UFC tiver política clara e regras rígidas contra o doping. E após a notícia sobre John Jones ter sido pego e não ter sido punido, não ajudam a incentivar GSP a voltar.

GSP está muito feliz com a vida que está levando agora. Ele não planeja voltar”, afirmou Rodolphe Beaulieu agenda do atleta.
Aos 33 anos, o super campeão, GSP,  não luta desde novembro de 2013, quando venceu Johny Hendricks e deixou o octógono lesionado. 

Ele afirma que está muito feliz e não tem planos de voltar. Uma das condições dele era justamente a do UFC ser um evento livre de doping, com regras rígidas, punições severas e uma política forte de controle. Dana White, parece não estar interessado em ver seus atletas limpos, parece que a intenção do chefão do UFC é apenas de lucrar promovendo lutas, não importando as condições dos atletas, o que é contraditório, pois o UFC se mostra muito preocupado com a integridade física dos atletas durante as lutas, seria isso algo meramente comercial para ganhar a simpatia do público?  

De qualquer forma a iniciativa de Georges St-Pierre de querer lutar apenas com atletas limpos e que atletas e evento assumam  seus papeis, é louvável e deveria ser encampado por todos os atletas do MMA.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário