quarta-feira, 8 de novembro de 2017

O capitalismo não gera desigualdade social.


               A Desigualdade Social está ligada a forma desigual que o estado trata as pessoas, ou os indivíduos. A desigualdade econômica é apenas um reflexo dessa desigualdade social, que afeta todos os setores da vida das pessoas, pois o estado dá escola publica de nível superior de qualidade para os ricos e limita o acesso de pobres a essa escola de ensino superior, restando a eles pobres pagarem por universidades que estão mais para caça niqueis do que para universidade, mantendo uma relação perversa de sabotagem ao ensino fundamental e médio, que daria acesso a universidade, de forma que os indivíduos não consigam desenvolver seu potencial intelectual e tornem-se vitimas das vontade dos dirigentes políticos, que por sua vez corrompem os professores por meio de partidos, sindicatos e ideologias nefastas para que esses mantenham o povo sem conhecimento e capacidade de pensar, pois vivem em greve e lutando por direitos que não são dados, mas os políticos usam essa luta por melhorias para servir ao estabilichiment . 

Para o Estado e os políticos que se servem dele, ter milhares militantes que só sabem criticar, gritar protestar é melhor do que ter centenas de indivíduos que pensam e podem mudar o sistema que dá sustentação a estrutura atual do estado que permite a perpetuação no poder dos políticos que tem seus filhos longe de escolas publicas que preguem as ideologias que defendem, estudam em escolas particulares, que será a ponte para a universidade publica que vão estudar, retirando assim a possibilidade do cidadão da parte de baixo da pirâmide social galgar chegar a parte de cima. 

Isso só vai mudar quando o povo acordar e entender que a unica forma de mudar o estado é tornando ele submisso ao povo, servindo ao povo, minimo, pequeno e não interventor. 









Nenhum comentário:

Postar um comentário