sábado, 21 de julho de 2018

Como ficar rico em um ato e permanecer rico. O guia definitivo!




Como se gera a riqueza?
R:  Produzindo.
Como se fica rico?
R: Poupando.
Como se manter rico?
R: Gastando menos de 70% do retorno do valor poupado.


Essa regrinha vale para empresas, indústrias pessoas e também para países. 

Se o estado de um país não respeita essas regras, esse país estará condenado a ser pobre por toda sua existência, e cobrará dos seus cidadãos essa conta.
E você reclamava da escravidão, não é?

O Brasil não será um país rico com boa qualidade de vida nos próximos 50 anos, ou jamais será, a continuar o povo com a atual mentalidade. Isso por culpa da gestão baseada no endividamento do estado, acentuada nos  governos do PT para deixar ricos banqueiros e algumas empresas e empresários ligados ao ex presidente, como a JBS e as empreiteiras envolvidas no escândalo que deu origem a Lava Jato, que não só retiravam dinheiro da Petrobras, mas também do Tesouro Nacional que significa, nosso bolso.
Para você pode não mudar nada, votar hoje em um presidiário, em um grupo que rouba desde a época do governo militar do nosso estado, ( centrão liderado por Alckmin), um coronel sem patente que não sabe nada de economia, mas tenta se fazer passar por conhecedor, um Capitão reformado do Exército que durante 30 anos foi deputado, ou um profissional de mercado, administração que sempre teve que mostrar resultados positivos para se manter no emprego e conhecedor de economia.

Mas, para as pessoas que vão efetivamente pagar essa conta no futuro, fará muita diferença.
Posso dar o exemplo do Flamengo, para comparar com o Brasil, durante os últimos 5 mandatos antes dos 2 do atual presidente, que está de saída, o clube elegia torcedores,  amadores e bravateiros de todos os tipos, em administração, economia, mercado financeiro e do futebol. Pessoas, torcedores e entusiastas que gastavam todo dinheiro do clube, e deixavam dividas futuras, ainda assim ganhavam títulos, mas de forma medíocre, no ano seguinte do título, o clube mal tinha dinheiro para pagar água, luz e a manutenção do clube, sem contar a dificuldade de se manter na elite do futebol brasileiro.
Com a administração profissional os títulos ainda não vieram na mesma proporção que as receitas entram nos cofres, mas o clube tem suas contas em dia. Pode aproveitar as oportunidades de mercado e comprar bons jogadores, planejar o ano seguinte, planejar um time vencedor, além disso, criar projetos para o futuro, investir na categoria de base, em esporte amador e até projetos sociais .. mas com um administrador fanfarrão, jamais chegaria a esse patamar. Ainda que tais pessoas conhecessem de futebol, elas faziam loucuras financeiras em nome da competição e da paixão, e como não estavam gastando o próprio dinheiro, não se importavam com o futuro, ou com a qualidade dos gastos ou mesmo como seriam pagos, queriam apenas satisfazer o próprio ego ganhando algum título.
Hoje, todo torcedor que acompanha a vida do Flamengo está desesperado, em relação ao próximo presidente, que pode em um ano destruir tudo isso com amadorismo e paixão, ainda que ele tenha boas intenções, isso não garante sucesso na administração.
Assim é a política.

Este ano temos eleições no Flamengo que as cores são Verde e Amarelo, temos como candidatos os presidentes que a vida toda tentaram de todas as formas falir o clube, pois são amadores até nisso, e para nossa sorte não conseguiriam.

Alguns candidatos estão prometendo que vão dar sócio torcedor de graça.

Outros que trarão o Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar para jogar aqui.

Outros que o preço do ingresso para pobres será de 1 real, para ricos 150 reais o mais barato sem direito a meia entrada.

Outros defendem ainda que para entrar no estádio negros terão que ter prioridade, além de radicais islâmicos e imigrantes.

Alguns defendem que gays devem sentar mais próximo do campo e pagar ingressos mais baratos.

Alguns até alegam que vão pagar as dívidas históricas com Vasco e o Botafogo, mas não com recursos do próprio bolso.

Percebe que todos vendem soluções perfeitas, mas ninguém quer falar da realidade? Mas já se perguntou o motivo?

Para falar da realidade é preciso ser profissional, conhecer sobre o que está falando, é preciso ter formação para tal, é preciso dizer sem medo que em áreas que não se tem o  domina do conhecimento é necessário contratar  um profissional.

Afinal não é o presidente que dirige o time, isso cabe ao técnico.
Não é o presidente que faz massagem nos jogadores isso cabe ao massagista, a equipe de fisioterapia, aos médicos, não é o presidente que torce, isso cabe a todos.

Hoje, não temos o Flamengo que sonhamos, pois todo Flamenguista quer um time muito superior e melhor do que o Real Madrid, mas temos o melhor Flamengo de toda história em termos gerais, mas podemos jogar isso fora do dia para a noite votando em um amador, um falastrão, em um simples torcedor, ou um cara que era da equipe de segurança do clube ao invés de votar no administrador, economista, e profissional da área.

Hoje, temos o pior Brasil de todos os tempos, sem liberdade, sem riquezas (pois já foram todas vendidas nos últimos 30 anos a preço de banana), sem profissionais na administração pública que virou um cabide de empregos de gente comprometida com ideologias e não prestar serviço ao público, tem médico sendo prefeito,  taxista sendo vereador, policial corrupto sendo ministro da justiça, carcereiro de facção criminosa tomando conta dos irmãos de facção determinando quem entra e quem sai do presidio, isso não lhe parece errado? Temos partidos para todos os gostos, todos que dizem defender a liberdade, mas tente lançar uma candidatura alternativa ou avulsa, e vai ver que a grande maioria tem medo de perder o poder para pessoas qualificadas.

Temos 10 pessoas querendo assumir a presidência, como o Flamengo tempos atrás, o Flamengo optou por um profissional, e o Brasil, vai escolher quem?

O falastrão?
O chefe de facção?
O ex Capitão da segurança?
O ex tesoureiro que aprovou feliz todas as dividas feitas pelos presidentes anteriores?
O torcedor invasor de campo durante o jogo?
Os torcedores de outros times que juram que torcem pelo Flamengo de verde e amarelo?
Ou finalmente escolheremos um profissional?

Pois nós brasileiros, temos conhecimento para julgar e resolver todos os problemas de todas as áreas e todos os países do mundo, mas somos incapazes de escolher um presidente qualificado.
Exigimos que as pessoas sejam educadas, estudadas, qualificadas e bem formadas, até para serem comentarias de coisas triviais,  para tudo, menos para administrar nosso país. Aí pode ser analfabeto, pode ser bandido, falido, incompetente, burro, arrogante, grosso, mas desde que siga a minha ideologia, está tudo certo. E se tudo der errado, posso dizer que se o anterior errou o “meu” também pode.. ou usar o clássico “roubou mas faz”.

Quer deixar de ser pobre?
Deixe primeiro de pensar como um. 
Deixe de agir como um.
É deixe de ser arrogante como um rico que não dá valor ao que tem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário