domingo, 5 de agosto de 2018

Pedido de Impugnação da Candidatura de Lula é registrado junto ao TSE.


No mesmo dia em que o PT oficializou a candidatura do presidiário Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Lava Jato por corrupção entre outros crimes, à Presidência da República, um membro do Partido Novo registrou um pedido de impugnação da candidatura de Lula, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

O pedido foi anunciado em São Paulo durante a convenção do Novo, neste sábado.

O autor do pedido é o procurador judicial Charbel Maroun, que faz parte do Movimento Brasil Livre (MBL) de Pernambuco e é candidato à deputado federal pelo Partido Novo em Pernambuco. 

Na ação, o Novo pede que o nome de Lula não apareça nas pesquisas eleitorais e reclama que a sua indicação pelo PT nesta data causa insegurança jurídica nas eleições.

O PT confunde liberdade e democracia, usando a defesa de supostos direitos políticos para criminosos, o que abre precedente perigoso colocando em risco o estado democrático de direito, a estabilidade jurídica das eleições o que afetará diretamente a economia e o futuro do país.

Um partido que não consegue ver o mal que causa ao país ao se deixar consumir por um bandido não merece receber nenhum voto, pois não respeita o processo eletivo, as suas regras e o objetivo fim desse processo que é a criação de leis que todos nós devemos respeitar.  

Quem no mundo vai querer investir dinheiro em geração de empregos, riqueza e renda em um país que não consegue fazer valer as suas leis?

Lugar de indivíduos que cometem crimes é na cadeia, seja ele ex padre, ex marido ou ex presidente, não importa!

Não é golpe! É democracia, é republicanismo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário